Entre em contato conosco, envie sua dúvida ou sugestão.

* campos obrigatórios

carregando
Contato enviado com sucesso!

A história do leite no Brasil se confunde com a história do nosso povo

Os primeiros animais foram trazidos para cá ainda durante o período de colonização com o intuito de serem utilizados como força de trabalho. Com o tempo, foi descoberta a pecuária de corte e, tempos depois, a leiteira.

Mas até o início de Século 1920 o leite era consumido sem nenhum tipo de cuidado para só depois receber o devido tratamento, tornando-o um alimento gostoso e ao mesmo tempo saudável.

Hoje, o leite já é parte fundamental da nossa alimentação. Seu consumo, associado a uma alimentação equilibrada e saudável, garante ao nosso organismo os nutrientes necessários para suportar a rotina da vida moderna.

Segundo levantamento do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa), o consumo anual brasileiro é de 172 litros de leite por habitante, enquanto que o recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) é de 200 litros ano/habitante. Por isso, vêm sendo desenvolvidas diversas campanhas para incentivar o consumo de produtos lácteos, destacando os benefícios do leite para a saúde humana.

O Brasil possui projeção de rebanho leiteiro de 40,1 mil cabeças, com produção de leite estimada em 25,7 mil litros e de 16,7 mil cabeças de vacas leiteiras. (ANUALPEC, 2014).

Além do cálcio, que é essencial ao crescimento e a manutenção dos ossos e metabolismo, o leite também possui carboidratos, lipídeos, vitaminas, proteínas, potássio e fósforo, que o tornam um alimento equilibrado que fornece os nutrientes necessários para uma alimentação saudável.

Esta é uma bebida que além de deliciosa, é versátil. Leite é bom com tudo.

E para você, leite é bom com o quê?

Curiosidades

Confira algumas curiosidades sobre o leite

Curiosidades

  1. O consumo per capita de leite no Brasil é abaixo do recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS). O consumo per capita anual brasileiro é de 172,6 litros, enquanto que o recomendado pela OMS é de 200 litros ano/habitante.

  2. A sigla UHT presente nas embalagens de leite longa vida significa Ultra High Temperature (temperatura ultra alta). O nome se refere ao processo sofrido pelo leite para matar os microorganismos e manter o produto fresco.

  3. Leite é um potencial hidratante. Foi descoberto recentemente que o consumo de leite após os exercícios pode ter efeitos positivos na regeneração e construção dos músculos e hidratação.

  4. O leite pasteurizado não deve ser fervido. Isso porque, ao atingir a fervura (100º C), o leite perde todas as suas propriedades nutritivas. O próprio processo de pasteurização (75ºC) elimina os microrganismos prejudiciais, deixando-o pronto para o consumo.

  5. O leite em pó é resultado da “secagem” do leite comum. Para isso, o líquido passa por processos que fazem com que a água evapore e ele se transforme no que conhecemos como leite em pó.

  6. A gordura do leite é considerada uma gordura saudável. Isso porque ela contém compostos como ácidos graxos linoleico conjugado (ALC) e oleico que são benéficos para a saúde.

  7. Vacas não produzem leite somente durante o período de amamentação. Sua lactação começa com o nascimento do bezerro, mas continua  após o desmame, estimulada pela ordenha mecânica e manual.

  8. O consumo de leite quente antes de dormir auxilia no sono. Isso porque o leite contém cálcio que estimula o relaxamento e tripofano, que é convertido pelo nosso organismo em serotonina que também nos ajuda a adormecer. Optar pelo leite desnatado potencializa esse relaxamento, já que ele não possui a gordura que aumenta a atividade digestiva, nos mantendo acordados à noite.

  9. Na maior parte do Brasil é possível produzir leite por quase todo o ano no sistema de pastagens.

  10. A alimentação das vacas pode modificar a composição do leite.

  11. O custo de produção da pecuária leiteira no pasto é mais baixo do que na produção em confinamento com forragem. Além disso, o leite das vacas engordadas no pasto é naturalmente fortificado.

  12. Leite é bom para a saúde bucal. Ele contém nutrientes como cálcio, fósforo, magnésio e vitamina D que ajudam no desenvolvimento dos dentes e tecidos orais, protegendo contra as cáries.

Que tal compartilhar essa curiosidade com seus amigos?